SBED reúne mais de 180 profissionais em simpósios no mês de agosto

O que mudou no universo da Dor nos últimos 35 anos
11 de fevereiro de 2019
Hérnia de disco afeta Anitta e Péricles. Entenda o problema
11 de fevereiro de 2019

 
 
Os comitês multidisciplinares da SBED estão realizando regularmente simpósios temáticos. Neste mês, ocorreram o I Simpósio de Dor no Idoso, o I Simpósio de Termografia e o I Simpósio de Dor Orofacial com profissionais renomados, em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Foram mais de 180 profissionais de saúde interessados no estudo da dor. Os simpósios de dor no idoso e de dor orofacial aconteceram no Hospital Moriah, em São Paulo. Já o de Termografia aconteceu no Hotel Windsor Flórida, no Rio de Janeiro.
 

 
A termografia tem se tornado importante aliada para diagnosticar causas de diferentes tipos de dor. A técnica mensura a irradiação de infravermelhos e calor através de câmeras. De acordo com o coordenador científico do Comitê de Termografia, Dr. Marcos Brioschi, o evento teve grande relevância para os participantes, pois contemplou diversas áreas da saúde, além dos segmentos de esporte, medicina do trabalho, entre outras. “Os pacientes só têm a ganhar com este trabalho de atualização em dor que a SBED tem feito junto aos profissionais de saúde” comenta o médico.

 
O Simpósio de Dor no Idoso aconteceu para debater as causas, diagnósticos e tratamento para essa importante parcela da população. Foram abordados temas como uso de opioides no Brasil, cuidados paliativos, mensuração de dor e relacionamento com familiares e com profissionais de saúde.

Para a coordenadora do Comitê de Dor no Idoso da SBED, Dra. Karol Thé, o simpósio foi extremamente relevante pois “considerando as projeções de envelhecimento da população brasileira, é importante que a gente fale sobre condutas de atenção à dor no idoso. Nesse sentido, tivemos uma discussão muito rica, com ampla participação de todos os presentes”, comentou a coordenadora.

 
O I Simpósio de Dor Orofacial trouxe dezoito profissionais de renome para compartilhar seus conhecimentos sobre três grandes eixos no tema: dor miofascial, dores neuropáticas e distúrbios internos da ATM. Dentro dos pilares, foram discutidos temas como farmacologia, diagnóstico, e novidades no tratamento da dor.

O presidente da SBED, Dr. Eduardo Grossmann, ressaltou a importância de promover eventos sobre o tema que sejam multidisciplinares: “Conhecer a dor orofacial, saber diagnosticar suas causas e controlá-las é parte indissociável da rotina do cirurgião dentista. Esse conhecimento estende-se a outros profissionais que tratam pacientes com dor, como fisioterapeutas e neurocirurgiões”.

Os simpósios são mais uma ação dos comitês temáticos da SBED, que vêm trabalhando no sentido de ampliar o conhecimento sobre dor a fim de contribuir para melhores tratamentos da população.

Ao longo do ano, outros simpósios acontecerão. Clique no link e fique por dentro da agenda!